top of page

Centro Palmares no lançamento do Site "A Bahia tem Dendê" Dedicado às Baianas de Acarajé

26 de novembro de 2016 - Salvador-BA



No último dia 25 de novembro, data em que é celebrado o Dia das Baianas, a Biblioteca Virtual Consuelo Pondé comemorou o primeiro ano do site "A Bahia tem Dendê". Criado por meio do Programa Iberoamericano de Bibliotecas Públicas, o site é um verdadeiro tesouro de informações sobre as baianas de acarajé, consideradas patrimônio imaterial da Bahia.


O portal abriga uma extensa variedade de conteúdo, incluindo artigos, revistas, pesquisas iconográficas contendo imagens que remontam ao século 19 e um e-book abordando temas relacionados às baianas do acarajé. Desenvolvido em parceria com a Associação de Baianas de Acarajé, Mingau e Receptivo (Abam), o site também conta com um mapa interativo, permitindo aos leitores localizar pontos de venda de acarajé em Salvador, com informações detalhadas sobre os profissionais.


Na construção do site, a ABAM forneceu documentos e informações cruciais. A partir do próximo ano, será responsável por manter e atualizar o conteúdo do portal, transformando-o em uma valiosa fonte de informação sobre a cultura e o trabalho das baianas. Para Clíssio Santana, diretor da Biblioteca Virtual, essa iniciativa é uma forma de valorizar um ofício ancestral que continua a ser uma importante fonte de renda para muitas pessoas em Salvador e região metropolitana.


Danilo Moura, assessor da Diretoria da ABAM e membro do Centro Palmares, ressaltou a importância do site como uma ferramenta de divulgação para a Associação. Ele destaca que, em uma era de conexões rápidas, o "A Bahia tem Dendê" se revelou fundamental devido à sua interface amigável e conteúdo acessível, facilitando o acesso de baianas e demais interessados a informações relevantes.


“Em tempos recentes de conexão, ele se mostrou fundamental, principalmente por seu conteúdo leve e de fácil operação pelo usuário, onde as baianas e pessoas desse universo conseguem ter acesso” Danilo Moura.

Após a transição para a gestão da ABAM, o site passará por melhorias significativas. Além de uma organização mais sólida, o portal terá um caráter institucional mais evidente, apresentando detalhes sobre o ofício das baianas e destacando a instituição como parte integrante desse universo cultural.


Para Dulcemari de Jesus, uma baiana de acarajé que herdou o negócio de sua avó e trabalha na Praça da Sé desde 1992, o site representa uma oportunidade crucial para conscientizar as pessoas sobre a importância do trabalho das baianas de acarajé. Ela enfatiza a necessidade de valorizar essa tradição, que muitas vezes é subestimada e desconsiderada, inclusive por outros vendedores de acarajé.


O site "A Bahia tem Dendê" é mais do que uma plataforma virtual; é uma celebração da riqueza cultural e do trabalho árduo das baianas de acarajé, proporcionando conhecimento e respeito a uma tradição que perdura há gerações.


Para acessar o site "A Bahia tem Dendê", clique aqui

1 visualização0 comentário

Comentários


bottom of page