top of page

MIWKY, REPRESENTANTE DO CENTRO PALMARES NO COMPED DE SALVADOR PARA O BIÊNIO 2024-2025



Salvador, 01 de dezembro de 2023


O Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa com Deficiência (COMPED) de Salvador anunciou a convocação da sociedade civil para integrar sua composição no biênio 2024-2025. A divulgação da lista de convocados inclui o Centro Palmares, que, após avaliação pela Comissão Eleitoral, havia se habilitado para participar do processo eleitoral, cuja definição da composição de cadeiras do conselho foi definida na última quarta-feira (29), é a primeira vez que um grupo com atividades voltadas ao autismo é membro do conselho municipal em Salvador.



O Centro Palmares, que será então representado pela presidente Tatiane Souza e por Miwky do núcleo de autismo Atipicidades, marcaram suas presenças no COMPED, consolidando sua atuação na defesa dos direitos humanos, especialmente na área de direitos das pessoas com TEA e das pessoas com deficiência. Este passo reforça um importante compromisso do Centro Palmares enquanto uma entidade com a diversidade de perspectivas e experiências, e que contribui para enriquecer o debate e as ações em prol da inclusão.


Com a participação no COMPED, Tatiane Souza e Miwky almejam fortalecer a representatividade e influenciar positivamente na construção de políticas voltadas para a promoção e defesa dos direitos dos autistas e das pessoas com deficiência em Salvador.


SOBRE O COMPED


O Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa com Deficiência é um espaço democrático que desempenha papel fundamental no acompanhamento, monitoramento, avaliação e fiscalização das políticas públicas que serão destinadas às pessoas com deficiência. A atuação do COMPED ocorre por meio do diálogo com outras instâncias de controle social e os gestores da administração pública.


Nossa proposta é de que o COMPED seja de fato e de direito um espaço de acolhimento para a pessoa com deficiência, que os deficientes possam ocupar, que possam frequentar esses espaços, obter serviços e intervenção dos serviços e garantia de direitos e a reparação de violações

Miwky


MIWKY: UMA VOZ ATIVA NA DEFESA DOS DIREITOS DAS PESSOAS COM AUTISMO



Nascida em 1977 e com uma carreira de 27 anos no serviço público, iniciada no IBGE em 1996, Miwky desempenhou funções diversas, desde supervisora de recenseamento, logo após em 1997 passou a atuar na Fundação da Criança e do Adolescente, a FUNDAC, onde atua desde então. É mãe solo de Samir, um jovem autista de 9 anos, não verbal. Sua própria jornada no espectro do autismo está sendo explorada, e embora ainda não tenha um diagnóstico, Miwky está empenhada em compreender melhor essa parte de si mesma e enfrentando desafios diários para fornecer amor, cuidado e sustento.


Além de sua carreira na administração pública, Miwky é uma profissional versátil. Formada em Publicidade e Comunicação Social, especializada em Língua Estrangeira pela UFBA (língua inglesa), ela também ministra aulas particulares de inglês, francês, espanhol e italiano. Expandiu suas habilidades ao obter formação em massoterapia e rádio e TV.


Há cerca de 17 anos, Miwky mergulhou no ativismo político pelo autismo, impulsionada pela experiência com seu sobrinho Hugo e enfrentar desafios judiciais e sociais. Sua determinação em superar essas dificuldades a levou a se envolver ativamente na militância pelo direito das pessoas com autismo e suas famílias.


A cadeira titular na sessão de direitos humanos do Conselho Municipal pelo Direito das Pessoas com Deficiência da cidade do Salvador lhe permitirá propor legislações, garantir acessibilidade e promover a inclusão, intervindo positivamente em conflitos para assegurar a paz social.


O comprometimento de Miwky com a causa vai além de sua própria família, estendendo-se a todas as pessoas com autismo e seus cuidadores. Seu trabalho na formulação de projetos de lei para a Prefeitura e o governo estadual, bem como a colaboração com secretarias de saúde e educação, destaca seu papel como defensora incansável da inclusão e do respeito aos direitos das pessoas com autismo.

31 visualizações0 comentário

Comentários


bottom of page