top of page

COMUNIDADE DE LIMOEIRO RESISTE NO LITORAL NORTE DA BAHIA E COMEMORA MAIS UMA VITÓRIA

A comunidade Limoeiro, situada à beira da linha verde (BA 099) em Entre Rios - BA, reconhecida pela Fundação Cultural Palmares em 2016, ainda luta pela regularização fundiária. A comunidade, que é o lar de agricultores familiares, extrativistas e artesãos e que vivem da terra e da relação com a natureza, passa por um longo processo de retomada.

Essa comunidade, marcada por um forte espírito de unidade, alcançou vitórias importantes, como a instalação de rede elétrica e a casa de farinha, mas a mais recente tem um importante valor simbólico e de pertencimento. A instalação de uma placa indicativa da comunidade como COMUNIDADE QUILOMBOLA LIMOEIRO na na via BA 099 é mais do que uma sinalização, é a confirmação do reconhecimento da comunidade como lugar de existência e resistência.


"O quilombo Limoeiro, pra mim, significa resistência. Hoje eu tenho identificação, sempre soube onde morava, mas meus parentes não sabiam onde eu moro, agora sim tá lá a placa na estrada, dizendo assim: Quilombo Limoeiro "

Jorge Profeta - Quilombola de Limoeiro


Desde o início da retomada fundiária, quando alguns ainda não acreditavam na possibilidade de reaver a terra, o Centro Palmares de Estudos e Assessoria por Direitos tem sido um parceiro permanente desta luta. O Centro Palmares apoia as iniciativas da comunidade e tem atuado juridicamente para garantir a posse definitiva da terra, mesmo quando houve a tentativa de criminalização das lideranças com a prisão arbitrária das lideranças da comunidade, entre elas Fabio Santos.

"Muita paz e tranquilidade! Eu planto e vivo de minha plantação, faço farinha, faço trança para bolsas. Aqui que planto mandioca, amendoim, feijão e milho. Vivo da terra desde o dia que nasci"

Fancisca Garcia (D. Chiquinha) - Quilombola de Limoeiro


Lugar repleto de cultura e história, onde se destaca a memória de Laudelina Maria de Jesus, curandeira que ganhou vultos de personalidade por volta das décadas de 70 e 80, que até hoje tem suas histórias e feitos contados pela comunidade. Limoeiro é uma comunidade que resiste à especulação imobiliária e a pressão do turismo de massas que vem mudando a região desde a construção da via linha verde (BA 099) e dos grandes empreendimentos turísticos.

"O quilombo é tudo pra mim. É paz, tranquilidade e sossego. Sem terra não temos vida"

Rosana Santos - Liderança quilombola de Limoeiro


Os festejos de Santa Bárbara, São José e São João marcam o calendário da comunidade reunindo todos e todas em volta do Quiosque Zumbi e Dandara que funciona como espaço cultural e sede de eventos locais. Mais recentemente o Dia da Consciência Negra ganhou espaço entre os quilombolas, que usam a data para comemorar as vitórias ao longo do ano e reivindicar atenção dos poderes públicos para a comunidade.

“Aqui temos acesso ao que não tínhamos antes, as políticas públicas e o reconhecimento.”

Fábio Santos - Liderança Quilombola de Limoeiro


Organizados como Associação Agriquilombola de Limoeiro, o nome dá ênfase ao que consideram ser o elemento que identifica a comunidade, a aquicultura quilombola. O Quilombo de Limoeiro resiste e se depender da associação e dos quilombolas que ali residem continuará resistindo por muitos anos. O Centro Palmares contribui com esta luta desde seu início, sensibilizando e estimulando lideranças para o processo de retomada, assistindo nas demandas jurídicas e principalmente levando a compreensção de que a República brasileira tem uma dívida histórica com o povo quilombola, não é diferente com Limoeiro, assim firmes na luta é que Limoeiro insiste e persiste em existir.


226 visualizações0 comentário

Commenti


bottom of page