top of page

Dia de Conscientização do Autismo é Celebrado com Caminhada em Salvador



No último sábado, dia 6 de abril, foi realizada uma emocionante manifestação em prol da conscientização sobre o autismo. Com a realização do Centro Palmares em conjunto com mais de 20 grupos de famílias atípicas e com apoio de diversas instituições e organizações da sociedade civil, mães e pais de crianças autistas, realizaram uma grande caminhada no Farol da Barra, marcando o chamado 'Abril Azul', mês dedicado à ampliação da luta por respeito e inclusão para aqueles afetados pelo Transtorno do Espectro Autista (TEA). Representando o Centro Palmares e seu núcleo de autismo, o AtipiCidades, NAS e Ativos no Tea, estavam presentes Tatiane Souza, Miwky, Monique Reis, Fabiana Amorim, Gisele, Cíntia Viviane, Cintia Esteves de Catu e Fernanda Paranhos de Alagoinhas, entre outras mães e famílias do núcleo AtipiCidades, além da presença também de Shayra Luiza, Thiago Fonseca e Leonardo Saraiva.


O evento teve início às 8h, com concentração dos participantes no Morro do Cristo, seguindo um percurso que culminou até o Farol da Barra. Sob o tema da campanha nacional de 2024 "Valorize as capacidades e respeite os limites" visa destacar a importância da compreensão das diferentes habilidades e condições das pessoas autistas e a busca pela garantia de direitos e inclusão.


Durante o evento, as pessoas participantes trouxeram diversos cartazes e faixas de incentivo e apoio à causa, com balões azuis, simbolizando a busca por mais políticas públicas voltadas para pessoas neurodiversas, bem como o aumento do preparo adequado de professores e profissionais que lidam com crianças autistas em ambientes educacionais.


Para Monique, a caminhada foi um grande realização e a base de um esforço coletivo de uma série de instituições na realização e apoio, que o Centro Palmares agradece a todos os apoios recebidos, como de Luciano Almeida do Bar Deu na Telha, no preparo de quentinhas, Rita Santos da ABAM, assim como Hiperideal, Salvador Shopping, Sr. Raimundo Dorea e Rotary Club, Instituto Pupa, Belive, Mundo dos Anjos, SEMPRE, mundo Tea, Recôncavo Ilustrado, Convida, Sala do Propósito, Capelinha, Bia Gigante, Sidney Simões, Incentivar, ABAM, grupo Qualivida, New Familily Brazilian - Jiu-jitsu, Instituto ABC, Estação das Polpas, Associação de Karatê Okisawe, Gelo Gelado, Assistiva, Sempre Viva, Ibans, Obras Sociais Compaixão, Yuri Serra Brazilian Jiu-jitsu, Clínica Peca, clínica Habilito, CEDAE, mercado Serra, Lula Hoss, CBPE, Filhos da Regional, tio Chave, L&S impressão digital e trenzinho da Península. O que garantiu a logística de transporte, distribuição de água, sucos e bexigas a iniciativa reuniu mães, pais, famílias, profissionais e autoridades em prol da disseminação de informações sobre o autismo e a redução de estigmas e preconceitos.


Miwky destacou a presença dos participantes e a realização da caminhada de forma massiva e pacifica, uma atenção a mais que é dedicada para garantir a plena participação, especialmente das crianças e adolescentes autistas com atividades interativas que promoveram um ambiente inclusivo e acolhedor.



Dia Mundial de Conscientização sobre o Autismo: Disseminando Conhecimento e Direitos


O Dia Mundial de Conscientização sobre o Autismo, celebrado em 2 de abril e instituído pela ONU desde 2007, visa disseminar conhecimento e abrir discussões sobre as necessidades e direitos das pessoas autistas. No Brasil, esse dia é marcado por palestras e eventos públicos em várias cidades, todos com o mesmo propósito: conscientizar e informar sobre o autismo e como lidar com essa condição.


TEA: Transtorno que Requer Compreensão e Apoio


O Transtorno do Espectro Autista (TEA), ainda sem causas específicas indicadas, apresenta diversas formas e situações. O diagnóstico é feito por médicos especialistas ao identificar características como atrasos na comunicação e fala, comportamentos restritos e dificuldade na interação social, entre outras.


O tratamento do autismo é multidisciplinar, envolvendo profissionais de diversas áreas como psicologia, fonoaudiologia, terapia ocupacional, entre outros. A abordagem terapêutica deve ser personalizada, atendendo às necessidades individuais de cada paciente.


Galeria de Fotos




76 visualizações0 comentário

Commenti


bottom of page