top of page

CENTRO PALMARES, AGÊNCIA KALON CIGANA E MNDH-MG REALIZAM O MAIO CIGANO EM IBIRITÉ-MG



Na última quarta-feira (24) aconteceu o Maio Cigano, comemoração ao Dia Nacional dos Povos Ciganos no acampamento São Pedro, em Ibirité-MG. O evento reuniu lideranças ciganas, membros da comunidade, entidades da sociedade civil, a Defensoria Pública do Estado de Minas Gerais e também o Ministério Público Estadual estiveram presentes.


O evento foi uma realização conjunta do Movimento Nacional de Direitos Humanos em Minas Gerais (MNDH-MG), a Agência Nacional de Desenvolvimento e Recursos Assistenciais do Povo Cigano (Agência Kalon Cigana) e o Centro Palmares de Estudos e Assessoria por Direitos, e foi uma espaço de celebrações, exposições e discussões relacionadas às atuais demandas dos povos ciganos e das comunidades tradicionais no que diz respeito às necessidades mais importantes para as políticas públicas em diversas áreas, como educação, saúde e segurança.


Durante a celebração foram prestadas homenagens as instituições e representantes da sociedade civil com a entrega do diploma Homenagem Maio Cigano em reconhecimento à diversas ações em prol dos direitos humanos e direitos dos povos e comunidades tradicionais, entre os homenageados a assessora jurídica Raquel Portugal Nunes e os procuradores da República Edmundo Antonio Dias e Helder Magno da Silva.


O evento em Ibirité marca a garantia do direito à moradia da comunidade cigana que foi solucionado há aproximadamente dois anos, com a intervenção do MPF e da Defensoria Pública estadual na suspenção de liminares de reintegração de posse. A Associação Estadual Cultural de Direitos e Defesa dos Povos Ciganos conseguiu por meio de um Termo de Acordo, a cessão firmada com a prefeitura um terreno de 7 mil metros quadrados no município de Ibirité, durante um período de 20 anos para fins de moradia e realização de atividades culturais e geração de renda a comunidade cigana da etnia Calon.


O dia 24 de maio, instituído desde 2006 no Brasil comemora-se o Dia Nacional dos Povos Ciganos em reconhecimento as contribuições da etnia cigana para a formação da identidade cultural brasileira, a comunidade Calon foi a primeira comunidade cigana a chegar no Brasil, no século XVI, a data oportuniza espaços de conscientização sobre a importância de combater o preconceito e a discriminação que são historicamente enfrentados, assim como a valorização da cultura cigana. O 24 de maio é em celebração ao dia de Santa Sara Kali, Padroeira dos Ciganos.


A celebração em Ibirité possui uma importante referência para demais processos por direito à terra de acampamentos ciganos, estima-se que no Brasil exista entre 800 mil a um milhão de pessoas que se identificam como ciganas, uma das maiores comunidades do mundo e de acordo com informações da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), na região sudeste, Minas Gerais é o estado com o maior número de acampamentos, 175, distribuídos em 127 cidades, existindo ainda um histórico de perseguição e preconceito com as comunidades ciganas que apesar dos desafios, celebram suas conquistas e avanços de direitos.

99 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page